texto abaixo do cabeçalho


15 de jan de 2010

DO POETAR

Ao se fazer poesia
filtra-se o ar, move-se o amar
onde o circular humano
move-se como o mar

Ao se fazer poesia
alimenta-se a vida
onde os amores insanos
não devem guardar lugar

Ao se fazer poesia
ergue-se sobre as ruínas
a agonia e a calma
dando alma ao falar

Ao se fazer poesia
pode-se rir ou chorar
há direito a rebolar
ao descobrir novo olhar

Nenhum comentário: