texto abaixo do cabeçalho


24 de fev de 2012

DIALÉTICA FORMAL

tento unir
consoantes e vogais
formas incompletas
cobrem páginas
de interrogações mortais

é quando estou no escuro
que procuro a luz, meu alfabeto e a paz.


In: COSTI, Marilice Costi. Mulher ponto inicial. Porto Alegre: Movimento, 1985. p. 25.

22 de fev de 2012

CIRCO E CERCO


olhinhos espiam meu circo em chamas
e eu, louca, palhaça, desvairada
atiro meu corpo na lama.

apenas posso rir

meu cerco é de bêbados e mortos
onde vou dar à luz
para poder chorar.

In COSTI, Marilice. Mulher ponto inicial. Movimento: Porto Alegre, 1985. p.14. (esgotado)

21 de fev de 2012

ESCALA ZERO


incompreensão terrível
comunicação ausente

luz que se choca
na necessidade de ser gente

palavras ditas
inutilmente

a maldição como uma chama
e a vontade de viver
a partir da escala zero.

In COSTI, Marilice. Mulher ponto inicial. Movimento: Porto Alegre, 1985.