texto abaixo do cabeçalho


23 de jun de 2012

Na literatura, quando queremos uma porta, temos um espelho.
Na escrita terapêutica aprendemos a ver o que a nossa escrita reflete.
Marilice Costi (2010)

17 de jun de 2012

DOS LIVROS

"É o bom leitor que faz o bom livro; em cada livro, ele encontra trechos que parecem confidências ou apartes ocultos para qualquer outro e evidentemente destinados ao seu ouvido; o proveito dos livros depende da sensibilidade do leitor; a idéia ou paixão mais profunda dorme como numa mina enquanto não é descoberta por uma mente e um coração afins."
(Ralph Waldo Emerson, in 'Sociedade e Solidão')

DAS DÚVIDAS

Abro muitas portas. O prazer dos desafios. O que haverá do lado de lá?
Quantos espelhos poderão me mostrar a vida?A dor e a alegria, o nascimento e a morte, o amor?
Mas meu espelho principal não está no caminho através delas.
Está ali nas muitas possíveis e impossíveis portas abertas a me olharem.
Não posso. Não quero fechá-las. Quero-as perto de mim.

Mas onde as pernas para andar através de todas elas?

 
Marilice Costi - jun 2012