texto abaixo do cabeçalho


11 de ago de 2013

PARA MEU PAI

 pater-semente-lugar

acolhe ninhos e perdidas pipas
forte raiz que espalha os pés na terra
maduro tronco para o alto, rígido
isola a seca e a fome que enterra

longos os ramos, mesmo quebradiços
braços, desenhos contra o azul do céu
massas folheares ao sabor do vento
quentes abraços com sabor de mel

quando divago no final da tarde
ele é quem vejo em mim no meu cantar:
as mãos cansadas e o regaço imenso.

o seu desejo é que o consenso guarde
a paz, a mirra e a luz: intenso advento
unindo a força ao construir lugar


Poema escrito em 1990 para meu pai 
Todos os direitos reservados para Marilice Costi



Nenhum comentário: