texto abaixo do cabeçalho


22 de fev de 2012

CIRCO E CERCO


olhinhos espiam meu circo em chamas
e eu, louca, palhaça, desvairada
atiro meu corpo na lama.

apenas posso rir

meu cerco é de bêbados e mortos
onde vou dar à luz
para poder chorar.

In COSTI, Marilice. Mulher ponto inicial. Movimento: Porto Alegre, 1985. p.14. (esgotado)

Nenhum comentário: